quinta-feira, 23 de maio de 2013

Se a chuva não caísse




Se a chuva não caísse
(Lola, numa bela tarde de chuva)

Se a chuva não caísse
E só pairasse sobre nós
Se ficasse lá em cima
Em cima de nós?

Se a chuva não caísse
Ficaríamos tão só
Só na nossa sujeira
Sujeira imensa
Poeira intensa

Ficaríamos assim...
Sufocaríamos

Nos perderíamos
No lodo todo
Que a todo dia
A gente cria

Seria o nosso fim

Se a chuva
Não lavasse tanto
Todo canto de poeira
Tanta sujeira
Que a gente faz...
Não teria tanta vida
Ressurgida
A cada chuva
Que nos refaz

Vem chuva.
Vem, sim!
Nos lava assim
Para a vida

Não ter fim.

16 comentários:

  1. Bom dia Lola, lindo seu poema, é bem verdade, pessoas reclamam se chove, também se não chove, mas temos sim que agradecer a chuva que nos traz vida!
    Amei ler, parabéns, pois é com poemas assim que muitos se conscientizarão do poder que a natureza tem de nos socorrer!
    Que venha a chuva!!!
    Abraços amiga poetisa!

    ResponderExcluir
  2. El Agua es Vida y la Lluvia nuestra bendición...Precioso Poema.
    Abraços e beijos.

    ResponderExcluir
  3. Que poesia mais linda Lola!
    Deu até para sentir o cheirinho da chuva aqui, gosto de chuva e o que ela trás em sua essência.
    Grande beijo em seu coração.

    ResponderExcluir
  4. Un bello poema...que grata sensación depara esa lluvia en tu poema ...lluvia fuente de sensaciones y de vida....
    Un ngran abrazo

    ResponderExcluir
  5. LOLA,

    e que não seja uma chuva de verão destruidora e sim, aquela que chuvisca e lava o corpo e a alma com a generosidade de um céu enternecedor.

    Nesta eu tiraria a camisa , com certeza.

    Temos postagem nova no "FALANDO SÉRIO".

    Um abração carioca.

    ResponderExcluir
  6. Olá Lola!
    Lindo poema...Saudando Mãe Natureza;

    Manhã cheirando a terra molhada... ela caiu de mansinho
    Pela noite... Abençoada !
    BJS...Célia.

    ResponderExcluir
  7. Um belo poema...Que a chuva caiaa de mansinho para a vida transformar...
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  8. Gostei muito do tema e do poema. Parabéns. Bj. Vitor Cunha

    ResponderExcluir
  9. Que tenhamos sempre a bênção da chuva, que lava, purifica e fertiliza! Lindo poema! Tenha um excelente final de semana, lola.

    ResponderExcluir
  10. Magnifico poema, que a chuva nunca deixe de cair para que lave e renove o pensamento para melhor.
    ag

    ResponderExcluir
  11. Oi Lola

    Mesmo a chuva caindo nas plantações, nas flores
    O mundo ainda não teria mais nenhuma solução
    Pois a água molha a terra, mas não lava no coração
    Que dentro tem muita mágoa, raiva e desamores

    Lindo o seu poema
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  12. Belo trabalho minha cara, conteúdo agradável de renovação, parabéns!

    ResponderExcluir
  13. Bom dia de sabado.
    Lindo poema.
    Aqui em Pasargada a chuva cai e cai, gostoso.
    Bjins

    Ausência

    Por muito tempo achei que a ausência é falta.
    E lastimava, ignorante, a falta.
    Hoje não a lastimo.
    Não há falta na ausência.
    A ausência é um estar em mim.
    E sinto-a, branca, tão pegada.

    Aconchegada nos meus braços,
    que rio e danço e invento exclamações alegres,
    porque a ausência, essa ausência assimilada,
    ninguém rouba mais de mim.
    Carlos Drummond de Andrade

    ResponderExcluir
  14. Bom dia Loura!

    É verdade amiga é preciso que a chuva caia mesmo,senão morreríamos,ainda bem que por aqui a chuva caiu não aguentava mas sua ausência!Parabéns linda sua poesia e lindo seu blog!Bjs

    ResponderExcluir
  15. Olá bela poesia e mesclando a natureza e sua pureza... tb escrevo muito sobre isso, sempre nos inspira.. deves ser aqui do sul pela camisa do Gremio que vi na foto.. sou aqui da serra de Garibaldi.. se desejar entrar este meu blog

    http://lapidandoversos.blogspot.com.br/

    grande abraço e tenha um lindo dia

    ResponderExcluir

Oiiii! Que bom que estás aqui comigo. Valeu!

Oiiii! Que bom que estás aqui comigo. Valeu!
Muito obrigada pela visita. Volta!