quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

O Natal do cuidado




O NATAL DO CUIDADO
Lola (16.11.2016)

Quando à noite os vagalumes
Vinham aos poucos com sua dança
Nossa mãe nos anunciava
Que era o Natal que chegava
Que tesouro de lembrança!

E a cigarra com seu canto
Sempre forte e estridente
Também trazia o sinal
Que logo viria o Natal
Nosso pai dizia pra gente

E a gente, sem tv, sem internet
Recebia bem cedo a explicação
Sabia do acontecido em Belém
Sabia da estrebaria também
E sentia fundo no coração

O que a gente não conhecia
É o tal do natal comercial
Que compra e vende tudo
Que faz do Natal um absurdo
Que faz do Natal não mais o Natal

De Deus que se faz gente
Em meio a tanta pobreza
Quase não se fala nada
Parece página virada
Anunciam só riqueza

É preciso gastar muito
Pra comprar o que se diz
Tem que organizar festança
E toda uma comilança
Para a gente ser feliz!?

A mensagem do menino
Que nos vem lá de Belém
Não fala nada, nada disso
E é especialmente por isso
Que nós temos que pensar bem

Pensar bem no que estamos
Celebrando neste Natal
Se o Evangelho de Jesus
É a luz que nos conduz
Ou se são outras luzes, afinal

Saibamos aproveitar bem
Esta época tão esperada
Que o Natal na sua essência
Seja, enfim, por excelência
A festa comemorada

E quando todo este clima
De Natal tiver passado
Não vamos nos esquecer
Que é preciso viver

Como a IGREJA DO CUIDADO

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

Violência contra o teu amor?!

       
Violência
contra o teu amor?!
Lola


Tapa
De quem tanto se ama?!

Palavrão
De quem mais se chama
De “meu amor” ?!
De “meu bem” ?!

Soco
De quem mais se quer?!

Ponta-pé
De quem se quer carinho
E respeito
Do jeito que prometeu
No momento do ‘sim’?!

Espancamento
No casamento?!

Não, não e não!

Usar tua força física
Contra a pessoa
Com quem tens
Comunhão de bens??!!

Não, não e não!

Largar os pés para pisar
Em quem te ajuda
A ser o que és
Em quem tu ajudas
A ser o que é??!!

Não, não e não!

Erguer a voz para gritar
Com quem te disse
Aquele ‘sim’
Diante do altar
Para o que desse e viesse??!!

Não, não e não!

Erguer a mão para bater
Quem te escolheu
Para conviver
Na dor e na alegria
Até o fim
Dos seus dias???!!!

Não, não e não!

Matar
Quem concebeu tua criança
E a gerou
E lhe deu à luz
E a criou
E a amou????!!!!

NÃO, NÃO E NÃO!

Louraini Christmann, Lola


sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

Nada pela metade




Nada pela metade
Lola

Não quero nada pela metade

Quero a verdade pura
Quero pura verdade
Nada pela metade

Quero a liberdade toda
Quero toda a liberdade
Nada pela metade

Quero a dignidade perfeita
Quero perfeita dignidade
Nada pela metade

Quero a honestidade sã
Quero sã honestidade
Nada pela metade

Se fosse pela metade
Eu daria a metade de mim
Eu seria a metade de mim
E eu não quero nada pela metade

Eu quero
Tudo de mim

... e da vida


Oiiii! Que bom que estás aqui comigo. Valeu!

Oiiii! Que bom que estás aqui comigo. Valeu!
Muito obrigada pela visita. Volta!