terça-feira, 30 de dezembro de 2014

Novo ano





Novo ano
Novo tempo
Nova vida
Novo alento
   Para mais
     Novos anos
     Novos tempos
     Novas vidas 
     Novos alentos...

      Com um
      Novo abraço

       Lola
  

Novo ano

Novo ano

Novo tempo

Nova vida

Novo alento

   Para mais

     Novos anos

     Novos tempos

     Novas vidas

     Novos alentos...



      Com um

      Novo abraço



       Lola




sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

A loucura do Natal




A  loucura do Natal
Lola

Presépio
É estrebaria pra gado

     Manjedoura
     É coxo pra pasto

No Natal
A estrebaria vira maternidade
O coxo vira berço

      Loucura pura?

      Loucura de Deus?
      Ou loucura do mundo?

Loucura de Deus por vir
Criança excluída

     Loucura do mundo
     Por excluir
     O próprio Deus

Loucura!
Natal é loucura!

  

quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

O Natal





O Natal
Lola

O Natal
Se faz Natal
A cada família
Que é abençoada
Com um “Ô, de casa!”
Quando a casa se abre
Para receber
Para conviver
Para ter comunhão

O Natal
Se faz Natal
A cada criança
Que é visitada
Com um “Como estão?”
Quando a solidariedade
É realidade
É de verdade
É comunhão!

O Natal
Se faz Natal
A cada doente
Que recebe cuidado
Amor dobrado
Atenção


O Natal
Se faz Natal
Quando o tempo dedicado
Dos pastores de Belém
For também
O nosso legado
Abençoado

O Natal
Se faz Natal
Quando o Filho de Deus
For visitado
E abraçado
Em muitos abraços amigos
Em muitos gestos queridos
Manifestos no ano todo
No mundo todo

E todo o dia
Se faz Dia de Natal

Feliz Natal!



sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

Dos nós




Dos nós
Lola

Quando a vida
Me faz um nó
Eu faço mais um
Depois
Eu desfaço
Os dois
E faço um laço

Porque dos meus nós
Eu faço o que eu quiser

Pois que venha
O nó que vier!

quinta-feira, 27 de novembro de 2014

Tentando me achar



Tentando me achar
Lola

Se tento procurar
E aguento vasculhar
Até achar...

E se sustento encontrar
No mais profundo
Do meu mundo interior...

E se eu for fundo
Sem farsa
E sem disfarce
Face a face com a realidade
e achar verdades

- verdades duras mas seguramente verdades –

Aí sim
Sei de mim
E faço de mim
O que enfim
Devo fazer
Devo ser

E sei ser!



quinta-feira, 20 de novembro de 2014

No compasso do coração



No compasso do coração
(Lola)

Passo
Acelerando o passo
Quando passo
Na tua rua

Nua de medo

Segredo não tem
Que te quero bem

Que fica acelerando
O compasso do meu coração
Quando passo
Na tua rua

Nua de razão
Crua de emoção
Tua!


Puro coração!

terça-feira, 11 de novembro de 2014

Tem horas



Tem horas
Lola, 



Tem horas
Em que a hora
Demora passar

Tem dias
Em que não vejo
A hora
De o dia acabar

Tem noites
Em que o dia
Nunca clareia
Mesmo sendo
Noite de lua cheia

Mas ai
Peço socorro à minha magia:
Recorro à fantasia
De um bom livro
E leio
Até o raiar do dia

Belo dia!
Bela noite!
Belas horas aquelas
Nem que seja
À luz de velas!

quinta-feira, 6 de novembro de 2014

A vida???


A vida?
Lola

A vida?
O que é a vida?

A vida é mais
Do que estou vendo
A vida é mais
Do que estou sendo
A vida é mais
Do que estou vivendo

A vida é mais
A vida é demais!

Demais cor
Demais sabor
Demais amor

A vida é mais


A vida é demais!!!

sábado, 1 de novembro de 2014

Cuidado dobrado




Cuidado dobrado!
Lola

A menos cuidada
A menos amada
A que deveria ter
E mereceria ter
Cuidado dobrado
É a vida!

Ahhhh, a vida!
Sofrida
Exaurida
Impedida de crescer
E se fortalecer
Pra ter
Mais vida...

A vida!
Sim, a vida!

Definha
Caminha para a morte
A vida caminha para a morte

A morte!
Sim, a morte!

Forte demais
Sorte de menos
Pra vida

A vida!
Sim, a vida!

Cuidado!


Cuidado dobrado!

sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Justiça social


Justiça social
Lola , 17.10.2014


Sem justiça social
Não tem paz

Paz de mentirinha
Faz a vida
Ser de mentirinha

Porque é vida
Bloqueada
Cerceada
No seu mais íntimo
Do ser

É ter tudo
Para uma minoria
E ter tão pouco
Para a maioria

E a vida berra
Porque emperra
A comunhão

Sem justiça social
Não há real comunhão
Há exclusão

Quero a vida repartida!
Quero mais comunhão!

Quero condições
Para mais
Muito mais

Quero justiça social
Total
Real!

sexta-feira, 3 de outubro de 2014

O pão repartido dá vida



O pão repartido dá vida.
Lola

Quem mata mais?
A guerra?
Ou a ‘paz’ faz de conta
Que toma conta das ruas
Dos mercados
Dos depósitos
Dos propósitos enraizados
Nas leis de mercado...
Nas leis de consumo...
As leis que dão o rumo da morte
Pra vida mal repartida de pão

Urge repartir o pão
Pois só mesmo
O pão repartido
Dá vida

É garantida a vida
Se renascida a partilha

Só se partilhado o pão
Há verdadeira comunhão


Se não...

quinta-feira, 25 de setembro de 2014

Sou parte daqui






Sou parte daqui
Lola


Sou parte daqui
desde criança

Com as cigarras
E suas algazarras
Com as corujas
Cujas aparições
Cheias de superstições
Não me apavoram

Com as caturritas
Que adoram milho verde
Verdes como o milho
Bonitas como todo o verde

Bendito verde
Que me rodeia
E me permeia
De esperança

Sou parte de ti, verde
Porque sou esperança...

Sim
Sou parte daqui
Desde criança


domingo, 14 de setembro de 2014

Fazendo o meu chimarrão




Fazendo o meu chimarrão
Lola

Não cabe em mim
A alegria
Quando ao nascer do dia
Assim me ajeito
Do meu jeito
No meu espaço
Quando assim
Enfeito o meu espaço
E faço
O meu chimarrão

E a minha mão
Aqui
Pertinho do coração
Se ajeita...

É o jeito que dou
Quando assim estou
Tomando o meu chimarrão

E o meu galpão
Que nem mais tem telhado
Faz telhado
Do céu todo estrelado

É o legado bonito que tenho
Quando aqui venho
Tomar o meu chimarrão

Chimarrão bendito

Tenho tudo

Tenho dito!


sexta-feira, 5 de setembro de 2014

Medo do dia




Medo do dia
(Lola)

Acordei bem cedo
Com medo do dia
Parecia que o dia
Não poderia vir
Pra sorrir pra vida
Pra servir de motivo
E incentivo pra vida
Pra alegria da vida

É que a alegria
Não estava em mim
Pra eu coloca-la
No meu dia
Enfim

E meu dia ficou assim
Sem jeito
De qualquer jeito
Sem ser dia direito

E nem vivi
Morri
Mesmo em vida

Sofrida vida!

segunda-feira, 1 de setembro de 2014

Intuição




Intuição
Lola

Intuir
É mais que saber

Intuir
É saber que tem
Algo à saber
Que não se sabe
Que, quem sabe,
Teria que saber

Intuir
Não passa pela razão

Intuir
Passa pelo coração

É pura emoção

Intuição!





segunda-feira, 25 de agosto de 2014

É no caminho




É no caminho
Lola

É no caminho
Que se forja o caminho

É de mãos dadas
Que se forja a confiança
A segurança

É nadando
Que se aprende a nadar

É na luta
Que se aprende a lutar

E é errando
Que se aprende a acertar.

É vivendo
Que se aprende a viver


É no caminho...

segunda-feira, 11 de agosto de 2014

Saudade outra vez



Saudade outra vez
Lola 

Quando a saudade dá o tom
Em meio à amizade
É tão bom...

É pura felicidade!

O encontro é mais encontro
O abraço é mais abraço...
E a vontade de que dure
O momento, o encanto
É mais forte, mais potente

Mas por mais que a gente tente
Ele acaba num instante.

Fica a saudade outra vez
E a esperança de a gente
Se encontrar outra vez.

Outras vezes...










terça-feira, 5 de agosto de 2014

Demais!

Demais!
Lola


Mais
Que pensei
Bem mais
Que sonhei
Demais!

Mas quero mais ainda
Bem vinda, felicidade!

Saberei te ter
Saberei te ser

Te farei crescer
Dentro de mim
E em volta de mim

Bem vinda, felicidade!

Mais
Que pensei

Bem mais que sonhei!

Oiiii! Que bom que estás aqui comigo. Valeu!

Oiiii! Que bom que estás aqui comigo. Valeu!
Muito obrigada pela visita. Volta!