domingo, 24 de fevereiro de 2013

Violência contra o teu amor?







Violência contra o teu amor?!

(Lola)

Tapa
De quem tanto se ama?!

Palavrão
De quem mais se chama
De “meu amor”?!
De “meu bem”?!

Soco
De quem mais se quer?!

Ponta-pé
De quem se quer carinho
E respeito
Do jeito que prometeu
No momento do ‘sim’?!

Espancamento
No casamento?!

Não, não e não!

Usar tua força física
Contra a pessoa
Com quem tens
Comunhão de bens??!!

Não, não e não!

Largar os pés para pisar
Em quem te ajuda
a ser o que és
Em quem tu ajudas
a ser o que é??!!

Não, não e não!

Erguer a voz para gritar
Com quem te disse
aquele  ‘sim’
Diante do altar
Para o que desse e viesse??!!

Não, não e não!

Erguer a mão para bater
Quem te escolheu
para conviver
Na dor e na alegria
Até o fim
dos seus dias???!!!

Não, não e não!

8 comentários:

  1. Efeitos de uma sociedade injusta plasmada na desigualdade e na violência onde quem têm o poder pisa e fere nos direitos dos mais fracos aliados a uma sobrevivência histórica da submissão da mulher.Não, não e não!
    um abraço

    ResponderExcluir
  2. Maravilloso Poema que es un alegato contra lo que nunca debería existir que esa Violencia injustificada, absurda y que debe ser perseguida con todas sus consecuencias.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  3. Que este grito de 'Não!" Seja ouvido em todos os lugares, Lola.

    ResponderExcluir
  4. Seu poema é tão lindo falou de algo tão feio sem rodeios sem alusão falou de coração aberto por certo visto com olhos poéticos!!Maravilhoso!
    Tocou meu coração me encheu de emoção!!As lágrimas foram ao chão..!!

    ResponderExcluir
  5. Um grito surdo denunciando a violência. Lindo minha querida. Tomara que este grito seja ouvido e compreendido. Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Oi Lola, isso é mesmo uma conduta inadmissivel.
    Gostei muito.
    Bjks e otima semana

    ResponderExcluir

Oiiii! Que bom que estás aqui comigo. Valeu!

Oiiii! Que bom que estás aqui comigo. Valeu!
Muito obrigada pela visita. Volta!