quarta-feira, 13 de novembro de 2013

Me detem



Me detém
(Lola, 20.02.2013)

Andando pela estrada
Quando nada
Me detém

Vem comigo minha manha
E eu me assanho para o sonho
Sonho o sonho
Que me convém

E eu sigo pela estrada
Quando nada
Me detém

Convém atenção
E atenção dobrada
Quando tanto me detém
(Tanto quanto
Não me convém)

O que me detém?

Me detém muito trabalho
Me detém mil compromissos
Me detém alguns vícios
Que eu mesma alimento
Mas que tento expurgar

Me detém a mania
De carregar o meu dia
Com as cargas cotidianas
Com as amargas vias
Que emanam cá da vida
Mas que desenganam
O sonho
As manhas
Que detém a estrada
O que nada me convém

Mas continuo
Andando pela estrada
Quando nada

Me detém

12 comentários:

  1. Boa tarde,
    Bem...Para além da criatividade o poema é magistral, caminha-se do presente para o futuro, parar é morrer.
    Abraço
    ag

    ResponderExcluir
  2. E não podemos parar de andar na estrada, ainda que tanta coisa nos detenha! LINDO! beijos,chica

    ResponderExcluir
  3. Nada pode deter o caminhar quando se tem esta linda criatividade.
    Um agrande abraço.

    ResponderExcluir
  4. E este é um caminhar tão leve, com destino tão certo!... Lindo demais, Lourani!
    Boa tarde pra você.

    ResponderExcluir
  5. Oi, Lola, a vida assim exige...caminhar sempre. mas deixando um pouco para a fantasia e para poetar...
    Um abraço

    ResponderExcluir
  6. Bom dia
    É o silêncio da madrugada que me acorda e me transporta para estes poemas. Gostei.
    A nossa caminhada de todos os dias leva-nos ao encontro de pequenos nadas que são fulcrais na nossa vida -amor. E quanto mais desperto, alongando os passos mais necessidade temos de encontrar muitos desses pequenos nadas que nos fazem felizes.

    Agradeço a visita em Lidacoelho - orçamento.

    ResponderExcluir
  7. Hola: hoy es una mañana más en la que he despertado feliz, he dado gracias a Dios una vez más por estar por seguir caminando despacio y tener la dicha de encontrarte en el camino a ti también. Gracias por estar por ser por dejar tu huella.
    Te dejo un beso y mi estima.
    Se muy feliz.

    ResponderExcluir
  8. Hola, felicidades por tu blog!
    Si usted puede visitar este blog:
    http://morgannascimento.blogspot.com.br/
    Gracias por su atención

    ResponderExcluir
  9. Linda esta caminhada! nada nos detém quando o rumo foi escolhido.Bom feriado.Bjs Eloah

    ResponderExcluir
  10. Olá, querida
    Um espetáculo o conteúdo da sua poesia!!!
    Também digo categoricamente como vc: Nada me detém... nada detém a força do Amor em nós...
    Tem festinha no blog e vc é seguidora, vou ficar contente em tê-la por lá:

    http://www.espiritual-amizade.com.br/2013/11/amizade-virtual-2-anos-do-blog.html#comment-form

    Bjm de paz e bem

    ResponderExcluir
  11. Saudades menina!!!! que linda poesia, parte dela diria que sou sua personagem,muitas vezes somos assim.
    Beijinho no seu coração.
    Nicinha

    ResponderExcluir

Oiiii! Que bom que estás aqui comigo. Valeu!

Oiiii! Que bom que estás aqui comigo. Valeu!
Muito obrigada pela visita. Volta!