domingo, 5 de fevereiro de 2017

Quando ela não me vem






Quando ela não me vem
Lola

Quando a poesia
Não me vem
Também
Não me venho

Tenho ganas
De poesia

Vivo dela
Fico nela
Sou ela...

9 comentários:

  1. Ainda bem que a poesia sempre chega pra ti! bjs, chica

    ResponderExcluir
  2. O importante é que você sinta a sua presença... inerente em seu ser.
    Um abraço

    ResponderExcluir
  3. Que venha a poesia, sem ela a vida seria como comida sem sal!
    bjs

    ResponderExcluir
  4. Olá Lola.
    Gostei do teu poema, Quando ela não me vem, que diz serem uma coisa só poesia e poetisa. Parabéns.
    Abraços.
    Pedro

    ResponderExcluir
  5. É triste quando ela não me vem
    A poesia vem como um ladrão
    Que de surpresa chega e faz, então,
    Um alvoroço na mente de alguém.

    E ela chega sem se saber bem
    Como chegou e qual foi a razão
    Que a fez chegar numa doce ilusão
    De ser terrena e eterna também.

    A poesia é só eternizada,
    Quando poeta faz como se nada
    E pouco a pouco vai ganhando espaço

    Na opinião alheia como um traço
    De luz na escuridão da longa estrada
    A iluminar o caminho da amada.

    grande abraço. Laerte.

    ResponderExcluir

Oiiii! Que bom que estás aqui comigo. Valeu!

Oiiii! Que bom que estás aqui comigo. Valeu!
Muito obrigada pela visita. Volta!