terça-feira, 7 de novembro de 2017

Saudade dobrada





SAUDADE DOBRADA
Lola, 25.10.2017

Hoje acordei

Com a saudade dobrada 
Aliás
Saudade mais saudade
É saudade multiplicada

É muita saudade!


É que eu somei

O carinho todo
Que de ti
Eu ganhei

Acrescentei a amizade


Amizade mais saudade

Dá mais saudade

És meu filho 

E és meu amigo

Não consigo deixar de ter

Mais saudade ainda

É saudade infinda

porque infinito
É o amor bonito
Que há entre a gente
infinitamente!

É, pois, saudade

Eternamente!

27 comentários:

  1. Sabes que no sé escribir en tu idioma aunque ma parece entender lo que leo pero, a veces, no entenderé bien, así es que espero que me perdones los errores.

    A mi me ha paz<recido precioso este poema a la saudade me eha sonado bien, sincero y hermoso.

    Un abrazo. Franziska

    ResponderExcluir
  2. Linda poesia e a saudade é enorme mesmo! beijos, tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  3. Saudade eternamente, sim, a saudade nunca vai deixar sua alma de mãe, mãe e filho se torna um único ser, ainda mais quando se é amigo, pois é, nada munda muito, ele só ficou, talvez, invisível fisicamente, ou quem sabe até, ele te veja, te sinta tanto quanto você o vê e o sinta?!
    Ah, o amor tem esse grande poder!
    Amei ler aqui, obrigada querida amiga pelo carinho da visita e comentário lá no meu espaço!
    Deixo um abraço bem apertado!

    ResponderExcluir
  4. Saudade, uma palavra tão nossa, tão portuguesa, um sentimento que é um verdadeiro sentimento!
    O meu abraço!

    ResponderExcluir
  5. Bom dia Lola, sua eterna saudade expressa em lindos e sentidos versos, tomara que seu coração apesar de saudoso esteja mais confortado.

    Agradecida pela leitura e tenha um dia azul.
    Bjss!

    ResponderExcluir
  6. Primeiro agradecer a sua visita e as pegadas que lá deixou. E dizer que essa manifestação de carinho por escrito é o reconhecimento de quanto o filho preenche o seu coração.
    Abraços,

    ResponderExcluir
  7. Primeiro agradecer a sua visita e as pegadas que lá deixou. E dizer que essa manifestação de carinho por escrito é o reconhecimento de quanto o filho preenche o seu coração.
    Abraços,

    ResponderExcluir
  8. Saudades que irão segui-la até que se reencontrem na eternidade.Acredito que de onde ele está a acompanhará e a ajudará a minimizar a dor.
    Abraço

    ResponderExcluir
  9. Olá, querida Lola!

    Nem sei o que te hei de dizer, porque é tudo tão verdade!

    O teu poema exprime tão bem o que te "canta" a alma e sei que a saudade é aquele sentimento "teimoso", que nunca desaparece e no teu caso e no de mtas mães é impossível, mas de qualquer jeito não vivas amargurada, desse jeito. Então, tens de te lembrar dos bons momentos que tu e teu querido filho passaram juntos e de tudo aquilo que tu significavas pra ele e vice-versa. Não há Teologia que aguente e sobretudo que elucide sobre o que estás passando.

    Beijos e um luminoso fim de semana.

    ResponderExcluir
  10. É... saudade só aumenta, vai dobrando, dobrando e de repente fica maior que a gente.

    ResponderExcluir
  11. Que lindo o teu poema, querida Lola!
    E como te entendo...
    Ambas perdemos amores únicos, e sabemos bem que a saudade está sempre presente nas nossas vidas.

    Um grande abraço e meu carinho.

    Bom Fim-de-semana
    Beijinhos
    MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

    ResponderExcluir
  12. Que palavras tocantes, vão indo, se multiplicando infinitamente...
    Deixa teu coração falar, querida, isso faz bem pra você e para nós! Sentimento é coisa linda.
    Grande beijo.

    ResponderExcluir
  13. Que poesia linda,amiga!

    O amor nos faz criar pérolas como a sua.

    E saudades é para quem amou.Adorei!

    Fiquei feliz ao ler seu comentário hoje,porque há muito tempo mesmo não me visitava.

    Por que?

    Pensei que tinha excluído seu blog.

    Eu a sigo aqui,mas creio que você não me segue nesse novo blog,pois perdi muitos seguidores.

    Veja se ainda me segue,ok?

    Obrigada pela visita e volte mais vezes

    Beijos sabor carinho e uma noite de sábado de paz

    Donetzka

    Blog Magia de Donetzka

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida, claro, passei a te seguir agora. Boa lembrança. Obrigada.

      Excluir
  14. Saudade é a recordação
    Que fica do bem ausente.
    É como dor que se sente
    Com um sabor de emoção

    Feita sempre em gratidão
    Por ter tido esse tal ente
    Que se foi e de repente
    Ficamos na solidão

    Sem ter mais a tal presença
    Que segundo a nossa crença
    É perda que traz lembranças

    De tempos idos e tidos
    Como tempos bem vividos
    Que foram de marés mansas.

    Grande abraço. Laerte.

    ResponderExcluir
  15. Que lindo, amigo, poesia sobre a minha poesia!!!
    É muita sensibilidade a sua! Amei!!!

    ResponderExcluir
  16. A presença de quem muito amamos, permanece para além do tempo e multiplica o sentimento de perda.
    Que tenhas sempre presentes os momentos de Vida.

    Beijo
    SOL

    ResponderExcluir
  17. Oi, Lola, bom encontrar você no embalo de boas lembranças e muita saudade, companheiras eternas que nos acompanham sempre Lembrar é reviver e ao reviver as emoções se solidificam em paz!
    Um abraço...Deus lhe abençoe

    ResponderExcluir
  18. O teu belo poema, "Saudade dobrada" é um triste canto da alma da mãe poetisa. Ficaram as lembranças doces do filho, filho e amigo, que partiu. Ficou a saudade e a "presença" do filho no teu coração.
    Meu abraço, amiga Lola.

    ResponderExcluir
  19. A memória do coração a aumentar as saudades. Muito belo!
    Uma boa semana.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  20. Caríssima Lola.
    As saudades jamais se apagarão e que fique em teu coração os bons momentos. Belíssimo poema cheio de lembranças e carregado de sentimentos, sentimentos sinceros e apaixonados por um pedaço de teu coração que tão cedo a deixou. Coração forte de mãe, coração cheio de saudades e encantamentos dignos e profundos. Paz e saúde e que tenhas uma semana, apesar da dor, cheia de boas realizações e bons pensamentos. Com admiração e respeito, um abraço com carinho e respeito.

    ResponderExcluir
  21. Boa noite cara Louraini!
    Lindo seu desabafo poético.
    Como diz um poeta:"quando a saudade é muita ela escorre pelos olhos".
    Beijinhos e grata por sua doce visita.

    ResponderExcluir
  22. A saudade de um filho será sempre eterna, ficam as lembranças para amenizar um pouco a ausência.
    Um grande beijinho
    Maria de
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ResponderExcluir
  23. Hola...no entiendo bien....pero me parece lleno de nostalgia ..bellas tus letras...un placer pasar a leerte.

    ResponderExcluir
  24. De um filho ou de pessoas que amamos, a saudade é dobrada e redobrada. E não tem fim...
    Magnífico poema, gostei muito.
    Bom fim de semana, amiga Louraini.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  25. e será sempre saudade a aumentar
    mas que a saudade seja boa que relembre o bom que ele viveu
    deixo meu abraço bem apertado
    beijo
    :(

    ResponderExcluir

Oiiii! Que bom que estás aqui comigo. Valeu!

Oiiii! Que bom que estás aqui comigo. Valeu!
Muito obrigada pela visita. Volta!