domingo, 28 de janeiro de 2018

Constante movimento

Constante movimento
Lola,, 22.01.2018

O mar é movimento
Constante
Ora vem
Ora vai

A vida também é movimento
Um constante movimento
Na verdade
Ora vem
Ora vai

Saudade 

47 comentários:

  1. como dizia o poeta, até "o sonho é uma constante da vida, tão concreta e definida como outa coisa qualquer"...
    Uma boa semana.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  2. Em algumas palavras muita profundidade e muita verdade.
    Um abraço

    ResponderExcluir
  3. Olá, Lola!
    Senti uma certa tristeza no vai-vem deste poema, que amei!
    Mar é vida! Tentemos encontrar a rota perfeita que nos leve a bom porto.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  4. Bom dia. A Saudade essa palavra que está inserida dentro do coração de todos nós. Existe sempre a saudade de alguém que um dia partiu e nos deixou com os olhos chorando.
    Gostei muito do seu blogue. Fiz-me seguidor e inseri o linke no brincando.
    Dentro do possível, votos de felicidades

    Tenha um dia feliz mesmo com saudade

    ResponderExcluir
  5. Bom dia Lola querida, é natural que a sua saudade perdure, os laços são fortes, eu sei. sei também que em breve fará belos poemas, e sabe amiga? Tudo tem o tempo certo para os acontecimentos, qdo Jesus determinar, sua inspiração irá fluir para escrever sobre novos temas... Não se aflija, nem se culpe pela eterna saudade.
    Adorei sua amável visita e volte sempre.
    Tenha um dia azul!

    Bjss!

    ResponderExcluir
  6. Debruçado na sua poesia
    enxugo, com as costas da
    mão, a baba que em mim
    provocam seus versos.

    Um beijo e parabéns, amiga.

    silvioafonso



    .

    ResponderExcluir
  7. Oi Louraini, dizem que é a pior da perdas;
    mas acho que a dor é algo que não se pode medir
    cada um age de um jeito.
    Para todas as perdas que tive sempre me prostei
    ao estudo e boas leituras com isso vem atona uma série de reflexões e as dores não saem mas vão tomando forma até que possamos conviver com elas da melhor maneira possível.
    Mas com certeza podes dividir comigo e eu tentarei da melhor forma retribuir, e aliviar um pouco talvez assim o fardo fica mais leve não é verdade?
    Terás dias bem difíceis mais do que achas que tives-tes mas a parábola é essa: A criação nunca dá ao indivíduo um fardo tão grande que ele não possa carregar; e sei que em algum momento essa reflexão virá.
    Já estás fazendo poemas na dor...
    Eis aí a prova.
    PAZ E BEM.

    ResponderExcluir
  8. Tudo se movimenta, amei a postagem, obrigado pela visita.
    Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/
    Canal: https://www.youtube.com/watch?v=DmO8csZDARM

    ResponderExcluir
  9. Querida louraine, desculpe-me pois não soube do triste acontecido, imagino sua dor porque já perdi duas, no dia que nasceram mas eram minhas filhas e nunca esquecemos, Filhos são parte do nosso coração, mas temos que nos acostumar com a ausência deles porque passam a ser anjos no céu. Como eu acredito na vida eterna, sei que estão vivas juntos de Deus. Seu filho hoje é um anjo uma estrela que brilha no céu. Que Jesus continue lhe confortando e que a luz volte a brilhar em sua vida minha linda amiga. Parabéns pela linda poesia! Grata pela visita e quando desejar participar, será bem vinda e nossos amigos e amigas são nossos sustentáculos. Abraços

    ResponderExcluir
  10. Lola a saudade fica para sempre!
    Perder um filho é perder uma parte ou um todo de nós,mas não podemos chorar,temos que lembrar os momentos bons que passamos com ele.
    Que Deus a abençoe e lhe dê o conforto.
    Bjs e obrigada pela visita.
    Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  11. O mar é lindo!!!
    Saudade tb é assim ela vem e vai....

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  12. Boa tarde, lamento a sua dor e enorme saudade, o inesperado acontece, a vida é tal e qual um vai e vem em movimento.
    Dentro das possibilidades tenha uma continuação de boa semana,
    AG

    ResponderExcluir
  13. Lindos versos, a vida é como o mar com suas ondas, vai, vem, algumas vezes são tão fortes que nos derrubam, mas firmes e com gana de vida, conseguimos!
    A saudade é eterna querida amiga, desejo um ano muito bom pra você e aos seus!
    Abraços bem apertados!

    ResponderExcluir
  14. a saudade que vai e vem
    que traz dor e lembrança
    que nao passa

    meu abraço e um beijo

    :)

    ResponderExcluir
  15. Com muito carinho eu respondi
    o seu comentário na minha página.
    Se você achar que vai fazê-la
    melhor, tem todo o direito à
    réplica. Fique a vontade, mas
    não deixe de receber meu abraço
    e a minha amizade sincera.

    Um beijo.

    silvioafonso.


    ,

    ResponderExcluir
  16. Este vai-e-vem é o que nos move abrindo janelas e nos faz entrar em cada lido ou escrito.
    E vamos sublimando a ausência...
    Forte abraço,

    ResponderExcluir
  17. Querida Lourani
    Estou contigo, amiga. Sei como é...

    Gostaria de partilhar contigo a postagem que publiquei hoe, dia 01/02/18, no meu blog A CASA DA MARIQUINHAS/
    Desde já o meu “Bem hajas!”
    Beijinhos
    MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

    PS – Desculpa o “copy & paste”

    ResponderExcluir
  18. A saudade como já disse Rubem Alves é a alma dizendo pra onde ela quer voltar. Não respondi seu comentário no meu blog sobre a perda de seu filho, pois não sei como responder lá. Vim aqui dizer que mesmo a dor da perda de um filho passa, já perdi meu primeiro filho, vai restar o amor e a saudade.

    ResponderExcluir
  19. .

    Talvez exista uma boa diferença
    entre os meus olhos e as mãos que
    eu tenho. Minhas mãos não têm
    cor, mas meus olhos têm. Minhas
    mãos não descansam como
    descanso os meus olhos.
    Também não enxergam se tu estás
    longe, da mesma maneira que um
    cisco não pode cegá-las.
    Além disso também são míopes,
    entretanto se não enxergam o
    que não está perto elas podem
    sentir a textura da tua pele, o
    intumescimento dos teus seios
    e a paixão desmedida nas tuas
    vergonhas.
    Minhas mãos são cegas, são surdas
    e mudas também, mas, se tu assim
    as desejar.

    Beijos, amiga. Beijos.

    silvioafonso



    .

    ResponderExcluir
  20. A vida é um mar (de surpresas boas e más...).
    Continuação de boa semana, amiga Lourani.
    Um abraço solidário.

    ResponderExcluir
  21. Vivemos em meio a idas e vindas muito embora não haja como literalmente voltar no tempo. Jeito então é seguir em frente.
    Cadinho RoCo

    ResponderExcluir
  22. Uma saudade constante. Que vai e vem, que o tempo nunca matará.
    Abraço

    ResponderExcluir
  23. Que as boas memórias consigam amenizar um pouco essa tão grande saudade.
    Belíssimo poema.
    Um grande beijinho
    Maria de
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ResponderExcluir
  24. Olá Louraini, caríssima.
    Agradecendo tua visita e comentário, cuja resposta postei de imediato, venho deixar-te, com carinho e respeito um fraterno abraço e desejar bons e salutares dias, sei que não aplacarão teu delicado momento, mas te desejo força e constância.
    Saúde e paz a ti, aos teus e a essa bela Horizontina.

    ResponderExcluir
  25. Sentir saudades é um privilégio daquele que já teve momentos felizes na vida.

    Abraços e uma ótima semana para ti e para os teus.

    Furtado

    ResponderExcluir
  26. Olá, Lola!

    Gostei muito deste teu poema, sensível, inteligente e pleno de saudade...
    Um forte abraço, minha amiga.
    Pedro

    ResponderExcluir
  27. Palavras sentidas e profundas... ainda que num poema de construção tão leve, como a brisa do mar...
    Tudo é cíclico... mas acredito que nunca nada se perde... mas tudo se transforma... também em saudade, por vezes... mas as boas recordações... não fogem de nós nunca...
    A vida tem os seus próprios planos para nós, e os seus ciclos... acredito que nunca nada é por acaso... quando algo nos é retirado, a vida nos dá espaço... para algo mais entrar... e acumularmos vivências e sabedoria dentro de nós... de alguma forma... depois de nos arrumarmos, cá por dentro...
    Beijinho! Uma boa semana, na medida do possível, Lola!...
    Ana

    ResponderExcluir
  28. Oi! Estamos em constante movimento. Algumas vezes, por cima. Algumas vezes, por baixo. O que aquece meu coração é saber que tudo sempre passa. E volta.

    Gostei daqui! ;)

    beijos!

    https://ludantasmusica.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  29. No movimento das ondas,
    O Mar vem ou o Mar vai.
    Mas, da Vida, não te escondas
    Que é ela mãe e pai.


    Beijo
    SOL

    ResponderExcluir
  30. Lola, passei para lhe deixar um abraço bem apertadinho.
    Bom fim de semana
    Maria de
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ResponderExcluir
  31. Olá Louraini, prezada amiga.
    Passei aqui para desejar-te um belo final de semana junto aos teus. Que a paz e a saúde estejam contigo e que o Universo conspire a teu favor.
    Respeitoso e terno abraço, pois um abraço renova nossas forças, conforta e une corações. Com muito carinho e respeito.

    ResponderExcluir
  32. Versos bonitos, querida Lola, vão e voltam e desembocam numa grande saudade...
    Meu carinho, amiga! Um bom fds.

    ResponderExcluir
  33. Muito linda e profunda sua reflexão poética cara Louraine!
    Beijinhos no coração e grata por sua doce visita.

    ResponderExcluir
  34. Triste por você, amiga. Espero que esteja melhor, mais recuperada da perda que eu imagino que não é fácil.

    ResponderExcluir
  35. Boa tarde, apsar da sua enorme dor, desejo que dentro das possibilidades, tenho uma semana melhor do que as anteriores.
    AG

    ResponderExcluir
  36. Olá, Lola, querida!

    Um novo poema, onde se nota que estás constatando, enfrentando os factos: tudo vai, tudo vem, assim é a saudade. Importante que tenhas momentos de um certo alívio, ou seja, na ida, na partida, mesmo que por pouquinho tempo. Estás começando um ano, que vai ser mais sereno que o anterior. Precisas de alívio mental e espiritual.

    Beijos e um enorme abraço.

    ResponderExcluir
  37. Passando apenas para deixar um beijinho, e um abraço super apertado... e desejando uma semana, tão boa quanto possível...
    Ana

    ResponderExcluir
  38. A saudade é uma companheira de longas jornadas, amiga.

    Sinal de que houve uma relação significativa demais... e isso é tão bom.

    ResponderExcluir
  39. OI LOLA!
    QUE NESSE VAI E VEM DAS ONDAS ESTEJA TUA DOR AMIGA, SÓ ASSIM, NOS MOMENTOS EM QUE ELA SE AFASTAR DE TI, PODERÁS SORRIR NOVAMENTE, POIS É ISSO QUE NA VERDADE "ELE" QUER QUE CONSIGAS. O CORAÇÃO, AH, ESTE NUNCA MAIS SERÁ O MESMO, MAS VAI DOER MENOS.
    ABRÇS E FICA COM DEUS.
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Oiiii! Que bom que estás aqui comigo. Valeu!

Oiiii! Que bom que estás aqui comigo. Valeu!
Muito obrigada pela visita. Volta!