terça-feira, 17 de julho de 2012

Se o chimarrão não existisse, eu o inventaria


Se o chimarrão não existisse, eu o inventaria

Se
 o
 chi
mar
rão
 não
 existisse, eu o inventaria
como seriam minhas manhãs
sem a manha da cuia
no banho da pia
como seria
iniciar o meu dia
sem o dengo da bomba
querendo a mão envolvente
banhando-a na água quente
como eu poderia ter energia
sem sorver de mansinho
golinho por golinho
água  esquentando
virando mate
 arte

 E o meu arremate:
Como faria poesia
Sem que o amargo do chimarrão
Entrasse em sintonia
Com o mais doce de mim
Pra que, enfim
Eu abrisse meu coração...

Pois é
Se o chimarrão não existisse
Eu o inventaria. 

13 comentários:

  1. OBRIGADO, Amiga.
    O seu blogue fascina e encanta no doce e terno poetizar da vida. A sua e a dos outros.
    Com respeito pelo seu gesto gigantesco de ternura.
    Sempre a admirá-la. É uma honra tê-la como amiga.

    pena (Memórias Vivas e Reais)

    ResponderExcluir
  2. Que bonita poesia,Lola!O chimarrão pra vcs é nosso cafezinho!...rss...adorei seu blog e voltarei!bjs,

    ResponderExcluir
  3. Ficou liundo!!!E eu, gaúcha, não tomo,srrs beijos praianos,chica

    ResponderExcluir
  4. Si no existiera la Pareja, nosotros nos la inventariamos hasta hacerla Realidad.
    Preciosa y Original composición.
    Un abrazo.

    ResponderExcluir
  5. Lola, agora, neste momento, quando leio este bonito poema, esta elegia ao nosso amigo, sabes o que eu estava a fazer? Estava, ainda estou, tomando chimarrão!
    Um abração amiga Lola. Tenhas uma noite quente apesar da temperatura aqui no sul.

    ResponderExcluir
  6. Ah, Lola, que bom o amigo Hildo é gremista. Também sou.

    ResponderExcluir
  7. boa tarde Lola, gostei muito das suas poesias e poemas, parabéns!1 estou seguindo teu blog, convido você a conhecer o meu e se gostar participe, será um prazer. Abraços uma tarde abençoada.

    ResponderExcluir
  8. Que lindo ola, consegui ver além se sentir eu vi cada pedacinho do seu poetar aqui na minha frente, cada gesto seu Lola tão querida.
    Um abraço carinhos em seu coração sempre.

    ResponderExcluir
  9. "Que a cada manhã a sua coragem acorde bem juntinho de você, sorria pra você, e o convide para viverem uma história toda nova, apesar do cenário aparentemente costumeiro."

    Caio Fernando Abreu


    ...Que lindo este cantinho!!
    adorei aqui, e com certeza ficarei :)

    estou seguindo..
    retribui??

    beijos
    http://momentosdapathy.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. olá estou aqui retribuindo sua visita ao meu blog

    adorei o seu cantinho

    bjs

    selma

    ResponderExcluir
  11. Muito linda a sua ode ao chimarrão...por aqui,o cafézinho é a nossa paixão.

    Bjssss,amiga Lola,
    Leninha

    http://leninha-sonhoseencantos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Bonito e sensível este espaço que cultivas, Lola. Pleno de amor e poesia.
    Estou comentando aqui (perto da cuia, que é sempre um bom lugar) mas o poderia fazer em muitas outras postagens que vi, li e das quais também gostei muito.
    É uma honra vê-la seguindo o "espaço imaginário". Se me permite, vou ficar aqui também.
    Receba um grande abraço, com votos de uma ótima semana a todos.
    Gilson.

    ResponderExcluir

Oiiii! Que bom que estás aqui comigo. Valeu!

Oiiii! Que bom que estás aqui comigo. Valeu!
Muito obrigada pela visita. Volta!